Notícias Internas

    ATP discute medidas com a Secretaria de Portos para evitar interdições arbitrárias em terminais do RJ

    Representantes de terminais portuários, da ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) e da CDRJ (Companhias Docas do Rio de Janeiro) se reuniram nesta quarta-feira (28/4) com o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, para debater medidas a respeito de ações arbitrárias de fechamento, interdição e multas aplicadas por prefeituras dos municípios do estado do Rio de Janeiro.

    “Estão ocorrendo interferências indevidas nos terminais portuários. Não questionamos a competência dos municípios de fiscalizar, mas estão havendo exageros”, comentou o Diretor-Presidente da ATP, Murillo Barbosa, se referindo às interdições dos TUPs (Terminais de Uso Privado) - Porto Sudeste, em Itaguaí, e Terminal da Ilha Guaíba (TIG), em Mangaratiba, associados à ATP.

    Barbosa propôs que o assunto fosse tratado com as secretarias e autoridades estaduais. O secretário salientou a importância de agendar uma reunião com o INEA (Instituto Estadual do Ambiente) e acionar as autoridades locais para a tomada de providências.

    “Mesmo havendo competência do município, há um rito a ser seguido na fiscalização. É um processo gradual, a rigor. Caso seja identificada alguma irregularidade, se aplica primeiro advertência, depois multa e por último, interdição”, advertiu o secretário.

    Os representantes dos terminais reconheceram a necessidade dos cuidados ambientais nas operações e reforçaram que todas as instalações possuem Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), além de cumprirem rigorosamente a legislação ambiental.

     

    Joana Wightman
    Coordenação de Comunicação ATP
    Contatos: (61) 3032-1931 / 3201-0880 / 98483-5503
    comunicacao@portosprivados.org.br

    Publicado em 29/04/2021
    Image
    Image
    Image

    INFORMAÇÕES GERAIS

    SEDE

    SAUS Quadra 1 - Bloco J – Torre B - 7º andar. Ed. CNT
    CEP: 70.070-944 – Brasília/DF